Scanner portátil: Epson traz seu modelo WorkForce DS-30 ao Brasil

O scanner portátil WorkForce DS-30 digitaliza seus documentos com categoria, e tem um diferencial especial: a Epson o distribui oficialmente aqui no Brasil.

No final do ano passado compartilhei com vocês como o scanner Doxie Go foi o upgrade ideal para os meus esforços de escritório sem papel – ele é leve, sem fio, tem bateria fácil de recarregar e que dura semanas, envia os documentos para o computador via Wi-Fi e grava uma cópia num cartão SD local, produz imagens de qualidade mais do que suficiente e é bem fácil de operar.


Mas no mesmo artigo eu notei um aspecto nada positivo: o Doxie Go (imagem acima) não é fácil de encontrar no Brasil (o meu foi comprado em uma viagem aos EUA), e não há muitos concorrentes disponíveis com características similares no mercado local.

Foi por isso que fiquei contente ao ser avisado pelo Henrique, do blog vizinho Ztop (recomendo!), de que o Mário Nagano havia publicado seu review, detalhado como de hábito, do scanner portátil Epson WorkForce DS-30:

Ele faz o básico, mas não tão bem quanto o Doxie Go, a julgar pelo review do Nagano (que deu nota final 7,5 para o produto).

Só que o scanner portátil Epson WorkForce DS-30 tem um diferencial que pode ser importantíssimo: a Epson o distribui oficialmente no Brasil, ao preço (recomendado) de R$ 649. Sim, curiosamente é bem mais caro do que uma multifuncional com scanner, e isso também acontece com os scanners portáteis no mercado dos EUA.


Um trecho do resumo final do artigo complementa bem a descrição: "O que é legal? Simples de usar, dispensa o uso de tomada, ótimo pacote de programas inclusos, permite enviar documentos diretamente para a nuvem. O que é imoral? Não digitaliza livros ou qualquer impresso encadernado. Não é a melhor solução para digitalizar fotos — especialmente aquelas impressas em papel glossy."

Comentar

Comentários arquivados